Gnu/Linux

Fórum do Projeto Fedora está de volta!

Endereço do fórum: http://ask.projetofedora.org

Inicialmente a ideia era usarmos o ask.fedoraproject.org, que está hospedado na infraestrutura do Projeto Fedora, e tem suporte de usuários de todas as partes do mundo, porém atualmente o fórum oficial, não tem suporte para outros idiomas além do inglês, e isso ainda é uma grande barreira para grande parte dos usuários brasileiros.

Com isso, após alguns meses a desativação do fórum antigo, decidimos disponibilizar um fórum em português e outro em espanhol, para os usuários não somente do Brasil, mas da América Latina (LATAM) também.

E hoje com uma grande ajuda do amigo Eduardo Echeverria (echevemaster) da venezuela, disponibilizamos o novo fórum em português, que está acessível no endereço ask.projetofedora.org.

A intenção é utilizarmos essa infraestrutura separada, até o fórum oficial ter suporte a outros idiomas, e então realizarmos uma integração dos dados.

(Pre) Upgrade Fedora

No dia 29 como todos sabem foi lançado o Fedora 17 Beefy Miracle. Mas ai eu estou usando o Fedora 16 e como faço para usar a nova versão? Se eu tiver muito tempo e quero um pouco de diversão baixo a ISO, faço backup, instalo tudo e começamos tudo do zero. Há alguns anos atrás eu até gostava dessa “aventura” toda, mas acredito que assim como pra mim, atualmente, e para  muitas pessoas tempo é algo que precisamos otimizar, e muito. Para um upgrade tranquilo relativamente rápido e sem muito esforço, o Projeto Fedora tem uma ferramenta muito útil e simples de usar que é o PreUpgrade.

Enquanto o PreUpgrade faz o que deve ser feito para atualizar a versão do seu Fedora, você continua seu trabalho.

Para usar o PreUpgrade a sua partição /boot não pode estar em RAID, veja o bug 500004.

Antes de instalar e utilizar a ferramenta, garanta que seu sistema esteja atualizado:

yum update

Instale a ferramenta:

yum install preupgrade

Inicie o PreUpgrade manualmente na console do seus sistema logado como root:

preupgrade

Agora a ferramenta irá checar os pacotes instalados no sistema, irá baixar os pacotes necessários para fazer o upgrade e em seguida irá solicitar que seja feito o reboot. Após o reboot, no Grub selecione a opção para continuar o upgrade e em seguida continuará o passo final do processo que é a aplicação dos novos pacotes.

Pronto, agora curta o seu sistema atualizado!

Referências:
http://fedoraproject.org/wiki/Features/PreUpgrade
https://fedoraproject.org/wiki/How_to_use_PreUpgrade

Atualização:

Após o upgrade com o preupgrade, é provável que ocorram alguns problemas como kernel panic, e alguns drivers não carregarem, no meu caso foi o driver do dispositivo wireless e o kernel panic ao desligar ou reiniciar.

Para corrigir esse problema você deve primeiro atualizar o kernel, caso isso não tenha sido feito:

yum update kernel* --enablerepo=updates-testing

Se o novo kernel já estiver instalado, o comando acima simplesmente não instalará nada porém o novo kernel não está disponível na lista do grub, para adicioná-lo, execute o comando:

grub2-mkconfig -o /boot/grub2/grub.cfg

Em seguida reinicie o seu sistema, que como ainda está rodando o kernel antigo irá mostrar o kernel panic, mas no próximo boot iniciará com o novo.

Esse problema está documentado nos Bugs: 820351, 826537 e 820340.

Problema com YUM: No module named yum

Esse problema ocorreu após uma manutenção não programada pela equipe técnica da empresa onde esse host está alocado. Qualquer interação com o YUM mostrava o erro abaixo:

required to run yum. The error leading to this problem was:

   No module named yum

Please install a package which provides this module, or
verify that the module is installed correctly.

It's possible that the above module doesn't match the
current version of Python, which is:
2.4.3 (#1, Sep 21 2011, 19:55:41)
[GCC 4.1.2 20080704 (Red Hat 4.1.2-51)]

If you cannot solve this problem yourself, please go to
the yum faq at:

http://wiki.linux.duke.edu/YumFaq

O Python estava funcionando sem problemas e não havia sido alterado recentemente, assim como o pacote do YUM.

A forma que encontrei para resolver esse problema foi reinstalando o pacote do YUM.

Baixei a versão do YUM direto do repositório:

wget http://mirror.centos.org/centos/5/os/i386/CentOS/\
yum-3.2.22-39.el5.centos.noarch.rpm

E atualizei:

rpm -Uvh yum-3.2.22-39.el5.centos.noarch.rpm

Após a atualização o YUM voltou a funcionar normalmente.

SO: CentOS
Versão: 5.7
Arch: x86_64

Configurando o Varnish no CentOS 6 para múltiplos sites

Abaixo segue um exemplo de configuração do Varnish, para quem trabalha com multiplos sites ou tem outros endereços IP no servidor.

Primeiro altere o VirtualHost para a porta 8080, por exemplo:

<VirtualHost X.X.X.X:8080>
        ServerName www.dominio.com.br
        DocumentRoot /path/
        ---------
</VirtualHost>

No Varnish, crie um novo backend, editando o arquivo /etc/varnish/default.vcl

backend virtualhosts {
  .host = "X.X.X.X";
  .port = "8080";
}

Adicione a vcl_recv:

if (server.ip == "X.X.X.X")
  {
    set req.backend = virtualhosts;
  }
  else
  {
    set req.backend = default;
  }
}

Nos exemplos acima, X.X.X.X é o endereço IP do seu servidor.

Fedora 16 (Verne) Lançado!

Hoje foi lançado o Fedora 16 (Verne), e como de costume o novo release trouxe muitas novidades, em destaque tem o Aeolus Conductor que é uma interface web para gerenciamento de instâncias de computação em nuvem.

Abaixo segue uma lista de implementações significativas, a lista completa pode ser obtida na wiki do projeto.

  • GNOME 3.2
  • KDE 4.7
  • Perl 5.14.1
  • GRUB2
  • OpenStack

Também foi lançado oficialmente o Ask Fedora, serviço de perguntas e respostas.

Você pode obter o Fedora 16 em http://fedoraproject.org/pt_BR/get-fedora

Amazon Free Software Forum

Palestra FASOL 2.0 Between the days 31/08 and 03/09 was performed in Santarem city, known as “Pearl of the Tapajos River”, the second Amazon Forum of Free Software. The event was held at the facilities of UFOPA University of the West of Pará), with the organization of former students, students, lecturers, and support of students from other local universities.

At the invitation of the organizers, I presented a talk on the Fedora Project and two mini-courses, an introduction to the RPM packaging and other GNU/Linux for dummies. The results obtained with the lecture and mini-courses were satisfactory, was actually quite nice to see an increase in the interest of the participants for Fedora.

After the talk, the penultimate day of the event, I made the distribution of media for approximately 100 participants, and in the next day several installations on notebooks were performed and a laboratory was installed with Fedora 13 :-).

It was really interesting to present the Fedora Project in an region like Santarém, where the interest in free software has grown considerably. At the end we obtain three enthusiasts and a lot of users. I hope that the number of users and contributors will soon grow.

Squid autenticado e Windows Live Messenger 2009

Existe um erro em todas as versões do Microsoft Internet Explorer, no qual o esquema de autenticação NTLM deve ser declarado primeiro ou ele não será selecionado. Isso vai contra a RFC 2616, que recita “O agente do usuário deve optar por usar o esquema de autenticação mais forte que ele entende”.

E se você tiver uma politica onde bloqueia tudo e libera as exceções, e precisar liberar o MSN Messenger para um usuário específico, provavelmente encontrará o seguinte problema:

192.168.0.XX TCP_DENIED/407 1828 CONNECT local-bay.contacts.msn.com:443 – NONE/- text/html
192.168.0.XX TCP_DENIED/407 1834 CONNECT byrdr.omega.contacts.msn.com:443 - NONE/- text/html

O problema pode ser resolvido da seguinte forma:

acl users proxy_auth user1 user2
acl msn urlpath_regex -i gateway.dll
acl msnd dstdomain messenger.msn.com gateway.messenger.hotmail.com
acl msn_server rep_mime_type ^application/x-msn-messenger$
acl msncontact dstdomain .contacts.msn.com

http_access allow msncontact
http_access allow msn users
http_access allow  msnd users

http_reply_access deny msn_server !users

O detalhe é que a acl msncontact não pode estar associada a autenticação dos usuários.

Fonte: Wiki Squid

Sete razões para atualizar para o Fedora 13

O Fedora 13 está pronto para ser lançado. Chamado de “Goddard”, o novo release vem com muitas atualização em relação ao Fedora 12 e algumas características novas que realmente vão estimular os usuários GNU/Linux a utiliza-lo.

O foco do Fedora é um pouco diferente do Ubuntu, openSUSE e de algumas outras distribuições GNU/Linux. O projeto é focado em enfatizar a liberdade do software e ser o primeiro em novas funcionalidades. Com isso o Fedora não se torna a distribuição mais “clean” e sim uma das mais inovadoras, tonando assim uma distribuição muito atraente. Se você estiver no Fedora 12, temos sete razões pelas quais você deve estar pensando em atualizar para o Fedora 13 agora ou quando for lançado oficialmente no final deste mês.

Melhorias e inovações

Os usuários Fedora normalmente não gostam de ficar para atrás. Um dos lemas do projeto Fedora é o “inovação”, e isso significa que (em parte) ser rápido para disponibilizar as versões  mais recente dos softwares nas mãos dos usuários em cada lançamento.

A última versão do Fedora vem com o KDE 4.4 e GNOME 2,30 desktops, Firefox 3.6.3, OpenOffice.org 3.2, o kernel Linux 2.6.33, e centenas de outras atualizações de pacotes. Cada uma dessas atualizações upstream traz melhorias que você não vai querer perder.

Melhorias no NetworkManager

Umas das atualizações do Fedora 13 que tem recebido bastante contribuição da comunidade é o NetworkManager. A versão 0.8.1 do NetworkManager, que não está oficialmente lançada ainda, vem com várias atualizações para melhoria de utilização de rede mobile, melhorias de suporte IPv6, e muito mais.

Driver experimental Nouveau para Nvidia

Por muito tempo, os usuários GNU/Linux com placas de vídeo Nvidia tiveram de optar drivers proprietários para as suas placas, ou lidar com o mínimo de recursos do driver de código aberto. Mesmo se você não tiver um problema filosófico com software não-livre, existem muitas razões práticas para preferir um driver open source. Os drivers proprietários da Nvidia podem estar fora de sincronia com as versões mais recentes do kernel.

O driver Nouveau foi trabalhado por um certo tempo para fornecer um substituto completo para os drivers proprietários. Depois de muito trabalho, o driver Nouveau está começando a suportar 3D. É ainda experimental, mas os usuários podem obter o pacote mesa-dri-drivers-experimental para o F13 e começar a usa-lo.

De acordo com Adam Williamson, que funciona razoavelmente em uma placa Nvidia 9400 GT. Mais do que o esperado, na verdade – o suficiente para jogar Quake 3.

Instalação automática do driver de impressora

Ao conectar uma impressora USB ou ligar uma impressora de rede, o Fedora 13 deve procurar automaticamente os pacotes/drivers que você precisa, e oferece para instalá-los. A idéia é que ao ligar uma impressora deve “simplesmente funcionar”, com um mínimo de trabalho.

Sugar

O Fedora é um projeto que está muito preocupado com a educação. Uma das características do Fedora 13, que é de interesse para a comunidade educativa é o Sugar Learning Environment. Se você não está familiarizado com o Sugar, é o ambiente de trabalho que foi desenvolvido pela One Laptop Per Child (OLPC) computadores XO, e também está sendo desenvolvido para outros sistemas. Ele inclui uma interface de usuário especialmente adaptadas para crianças, bem como uma plataforma para actividades de aprendizagem que podem ser usados na educação.

Usando o sistema de rollback com btrfs

Outra característica experimental no Fedora 13, que vale a pena olhar, é o “rollback”  do sistema com o btrfs.

O que há de tão especial sobre btrfs? Ele permite realizar “snapshots” do sistema de arquivos, que podem ser utilizados para a recuperação do sistema.

Novamente, isso é uma característica experimental. Para habilitar o recurso, você tem que quer migrar seu sistema de arquivos de Ext3/Ext4 para btrfs ou passar para o instalador o parâmetro de inicialização (btrfs), senão o brtf não irá aparecer como opção durante a instalação.\

Python debugging e instalações paralelas

Fedora 13 tem duas características muito interessante para os entusiastas de Python.

O primeiro é uma instalação paralela do Python 3, mas muitas das ferramentas utilizadas no Fedora dependem do Python 2. Com esse recurso, permite que os desenvolvedores trabalhem com o Python 3 sem perder as funcionalidades do Python 2.

O Fedora 13 também possui extensões para o depurador gdb, para que ele possa ser usado para depurar bibliotecas Python e scripts para mostrar a utilização do  Python interativamente.

Post original escrito por Joe ‘Zonker’ Brockmeier em linux.com.

Lançada versão alfa do Fedora 13 (Goddard)

No dia 9 de Março foi lançado a versão alfa do Fedora 13 Goddard, após uma semana da data prevista.

Nessa versão as principais features são:

Suporte 3D para placas de vídeos Nvidia, através do drive Nouveau;
RPM versão 4.8;
Inicialização do sistema em menor tempo;
Instalação do sistema com pré-definição de partições separadas para Home e Boot;
Firefox 3.6;
Suporte a mais Webcams;
NetworkManger suporta conexão a internet por meio de celular conectado via Bluetooth;
Kernel 2.6.32
KDE 4.4

Para maiores informações leia o release notes.

Faça o download e ajude a testar e melhorar o próximo release.